Suspeito de envolvimento em assassinato de policial morre em confronto com a RONE no Paraná

 Suspeito de envolvimento em assassinato de policial morre em confronto com a RONE no Paraná

Foto: Tiago Silva/RICtv

Um homem morreu em um confronto com a equipe de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, na manhã desta terça-feira (2). De acordo com informações da Polícia Militar, o homem era um dos suspeitos de envolvimento no assassinato do policial Gabriel Fadel.

Segundo a PM, a equipe da Rone estava em operação para capturar os suspeitos e, ao dar voz de abordagem, o homem efetuou disparos de arma de fogo contra os policiais. Os agentes revidaram, conforme a PM, e o homem foi baleado. Ele morreu no local. Ainda no local, o irmão do homem baleado foi preso. Ele foi encaminhado para a delegacia.

Conforme a Polícia Militar, a Rone obteve ainda informações de que outras quatro pessoas estariam envolvidas no crime contra o policial Fadel. As investigações continuam em andamento.

Policial era filho de coronel

O soldado Gabriel Fadel, da PM, era filho do coronel Milton Fadel, também da corporação. O jovem, de 26 anos, foi encontrado morto dentro do porta-malas do carro da família neste domingo (31), em Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba. No local, um tiroteio foi registrado, segundo a PM, e o soldado foi atingido.

Uma pessoa foi encontrada ferida na região, foi socorrida e está sob escolta policial no hospital. Outro suspeito foi preso em diligências ainda no domingo (31). Assim, até o momento quatro suspeitos foram identificados: um segue internado, dois estão presos e um morreu em confronto.

Continua após a publicidade

Segundo o delegado da Polícia Civil Ivan da Silva, que investiga o caso, o soldado Gabriel tinha uma boa conduta e que, possivelmente, o jovem policial foi até o local para fazer levantamentos de informações. O policial havia se formado recentemente e compartilhava nas redes sociais o resultado das operações que atuava. 

Após a morte do jovem, a Polícia Militar emitiu uma nota sobre o caso:

“A Polícia Militar do Paraná lamenta o falecimento do Soldado Gabriel Thomaz Feuerstein Fadel e se solidariza com os seus familiares e amigos. A Corporação está aplicando seus esforços nos trabalhos de inteligência, em colaboração à Polícia Civil do Paraná, buscando a elucidação do delito”, informou.

Fonte: ric.com.br

Beltrão Agora

Notícia relacionada