Polícia Civil prende homem por manter mulher em cárcere privado em casa de prostituição e tráfico de drogas

 Polícia Civil prende homem por manter mulher em cárcere privado em casa de prostituição e tráfico de drogas

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) prende em flagrante homem de 26 anos por Cárcere Privado, Casa de Prostituição e Tráfico de Drogas em Chopinzinho.

Inicialmente foi recebida uma denúncia anônima de que em uma boate situada no município de Chopinzinho haveria uma mulher em situação de cárcere privado, a qual estaria sendo impedida de deixar o local e estaria pedindo por socorro.

A equipe do setor de investigações da Polícia Civil de Chopinzinho, com apoio da Polícia Militar, foi à boate verificar a veracidade da denúncia que acabou se confirmando. Uma mulher de 20 anos de idade e de origem Paraguaia informou que teria chegado ao local há cerca de duas semanas para trabalhar, mas que estava sendo mantida em cárcere privado.

Informou ainda que os responsáveis pela boate estariam lhe obrigando a usar drogas (cocaína e maconha) todas as noites. Conforme o relato, os próprios responsáveis traziam a droga de outro município e forneciam no local. Posteriormente cobravam-lhe uma dívida que não conseguia pagar, a qual usavam como subterfúgio para que não a deixassem ir embora.

Nesse contexto a vítima estava em situação de total vulnerabilidade e obrigava-se a atender os clientes do estabelecimento para tentar saldar a dívida que nunca era paga, sendo explorada sexualmente.

Continua após a publicidade

Foi realizada a prisão em flagrante de um homem de 26 anos, identificado como um dos responsáveis pelo estabelecimento, que lá se encontrava no momento da ação policial. Posteriormente o masculino foi encaminhado ao sistema penitenciário onde segue à disposição da justiça.

“Conforme a situação ia progredindo a equipe de investigações tomava conhecimento acerca da prática de mais infrações penais que até então eram desconhecidas”, explica o delegado da PCPR José Luiz Lucas Júnior.

Fonte: Polícia Civil

Redação Beltrão Agora

Notícia relacionada