Número de mortos em Gaza sobe para mais de 2,7 mil; pessoas estão sendo enterradas em valas

 Número de mortos em Gaza sobe para mais de 2,7 mil; pessoas estão sendo enterradas em valas

Foto: Reprodução/CNN

Os ataques aéreos israelenses na Faixa de Gaza mataram pelo menos 2.750 pessoas e feriram mais de 9.700, disse o Ministério da Saúde palestino em um comunicado nesta segunda-feira (16). Na Cisjordânia, 58 pessoas morreram e mais de 1.250 ficaram feridas, acrescentou o ministério.

Desde 7 de outubro, quando Israel lançou uma contraofensiva após um atentado do Hamas em seu território, as vítimas em Gaza aumentam e já ultrapassaram o número de mortos do conflito Gaza-Israel de 2014, que durou cerca de 50 dias, disse um porta-voz do ministério no domingo.

Até agora, 2014 tinha sido o ano mais mortal registado no conflito Israel-Palestina, com pelo menos 2.251 palestinos mortos ao longo da guerra, segundo dados do Gabinete das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

Em Israel, o número de mortes é de cerca de 1.300 pessoas desde o início do conflito contro o Hamas.

Dezenas de corpos não identificados foram enterrados em valas comuns na cidade de Gaza, segundo o chefe do gabinete de comunicação social do governo controlado pelo Hamas.

“Como dezenas de outros mártires estavam chegando – crianças, bebês, mulheres, homens, idosos – estávamos inclinados a cumprir nosso dever moral e legítimo para com esses mártires, enterrando-os. Preparamos uma vala comum na Sepultura de Emergência para enterrar aqueles que não foram identificados”, disse Salama Marouf num vídeo publicado no domingo (15).

Vídeos de redes sociais verificados pela CNN mostram dezenas de corpos embrulhados em plástico branco trazidos do hospital Shifa, em Gaza, para um cemitério onde foram colocados em fileiras organizadas.

Fonte: cnnbrasil.com

Beltrão Agora

Notícia relacionada