Caminhoneiro que sobreviveu a grave acidente na BR 277 deixa a UTI


O caminhoneiro Adelmar Penteado, vítima de grave acidente de trânsito na BR 277, em Candói, deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A informação foi confirmada pela filha do motorista nas redes sociais. Ele segue internado em um hospital de Guarapuava desde o dia 4. Segundo Aline Penteado, no domingo (9), Adelmar realizou uma cirurgia no fêmur. Na segunda-feira (10), ele recebeu alta da UTI, mas segue fazendo uso de oxigênio. Na publicação, Aline ainda agradeceu as orações. Como o tempo de recuperação será longo, a filha criou uma vaquinha online para ajudar a família que mora em Cascavel nos gastos dos tratamentos e despesas hospitalares. Ainda conforme Aline, a mãe terá que deixar de trabalhar para cuidar de Adelmar enquanto ele estiver acamado.

O ACIDENTE

O acidente aconteceu no quilômetro 402 da BR 277 e ainda vitimou fatalmente Angel Marcelo Carreras Gimenez, de nacionalidade paraguaia. Após a colisão, as duas carretas envolvidas pegaram fogo. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), testemunhas relataram que duas viaturas caracterizadas do Depen-PR (Departamento Penitenciário do Paraná) teriam provocado a batida. No sábado (8), o Depen-PR anunciou que os policiais penais envolvidos no caso foram afastados das atividades operacionais. O departamento informou que "abriu um procedimento administrativo junto à Corregedoria do Departamento Penal para apurar as circunstâncias do fato". De acordo com o órgão, enquanto não há uma resposta eles ficarão prestando serviços administrativos até o fim das investigações. Até o momento os policiais citados foram ouvidos como testemunhas e continuam colaborando com esclarecimentos à autoridade policial.


Fonte: CATVE - FOTO REPRODUÇÃO

Qual é a sua reação?

Comentários