Em primeira assembleia do ano, prefeitos debatem finanças, educação e energia elétrica na Amsop

 Em primeira assembleia do ano, prefeitos debatem finanças, educação e energia elétrica na Amsop

Foto: Assessoria/Amsop

Prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais e assessores estiveram presentes na primeira assembleia ordinária do ano, conduzida pelo presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop) e prefeito de Coronel Vivida, Anderson Barreto, nesta sexta-feira, 20/01, para tratarem de temas como o piso nacional do magistério e de servidores municipais, sexta aula do Ensino Médio com transporte escolar a cargo das Prefeituras e as frequentes quedas de energia elétrica nos municípios.

“Nós, gestores municipais, no cotidiano sempre nos deparamos com uma série de demandas e questões para que possamos resolvê-las. A Amsop, enquanto entidade, tem que estar incessantemente buscando atender as causas municipalistas”, pontuou Anderson Barreto.

Sobre o reajuste do piso nacional do magistério e para as demais categorias de servidores municipais, a orientação da Amsop é que os prefeitos concedam a reposição inflacionária. E, para aqueles servidores que, porventura, não ganhem o piso, o gestor municipal especifique no dispositivo legal, também, o aumento correspondente para que se atinja o piso.

Já sobre a sexta aula do 1º ano do Ensino Médio e o transporte escolar a cargo das Prefeituras, a chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Francisco Beltrão, Lurdinha Bertani, declarou que não estão previstas alterações nas rotas dos ônibus. Também, que a sexta aula passa a ser parte do currículo das três séries do Ensino Médio a partir deste ano. E, ainda, para facilitar a logística de retorno desses alunos para suas casas, o consenso foi de que as seis aulas sejam lecionadas no mesmo turno.

Com relação às frequentes quedas de energia elétrica que continuam afetando os municípios da região, mesmo após o Comitê de Crise em Energia que foi instalado em 2022, a Amsop irá encaminhar um ofício à gerência regional da Copel, em Cascavel, para o detalhamento de todos os investimentos da companhia no sudoeste durante o ano passado e a previsão de investimentos para 2023. E, posteriormente, uma comitiva da Amsop deverá ter uma audiência com o presidente da Copel, Daniel Pimentel Slaviero, em Curitiba.

Fonte: Assessoria/Amsop

Beltrão Agora

Notícia relacionada