Casal suspeito de tentar vender bebê de quatro dias de vida por R$ 500 é investigado pela Polícia Civil

 Casal suspeito de tentar vender bebê de quatro dias de vida por R$ 500 é investigado pela Polícia Civil

Foto: Internet

A Polícia Civil investiga um casal suspeito de tentar vender um bebê com quatro dias de vida por R$ 500 em Santa Rosa, no Noroeste do RS. O caso teria ocorrido na noite de terça-feira (16).

Conforme as autoridades, a mulher é mãe da criança. Ainda não se sabe se o homem que estava junto é o pai. Os dois são moradores de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e já vinham sendo supervisionados, de acordo com o Conselho Tutelar.

De acordo com a Brigada Militar (BM), uma guarnição foi acionada para se deslocar até o lugar, no bairro Cruzeiro do Sul, após uma denúncia anônima. Ao chegar lá, a equipe encontrou a mulher, de 21 anos, e o homem, de 38 anos, com a criança no colo. Os dois negaram que estivessem tentando vender o recém-nascido.

Segundo o efetivo que atendeu a ocorrência, o casal estava sem os documentos e o bebê ainda não tinha sido registrado. A BM constatou que a dupla era monitorada por tornozeleira eletrônica. Eles não usavam o equipamento no momento em que foram abordados pelos policiais militares.

Os suspeitos foram encaminhados a uma delegacia de polícia e liberados em seguida. O bebê está em um abrigo do município e recebe acompanhamento do Conselho Tutelar.

Fonte: G1

Redação Beltrão Agora

Notícia relacionada