Paraná decide antecipar vacinação de professores e profissionais da educação

Vacina Oxford/AstraZeneca para imunizacao em profissionais de saude no Centro de Controle de Agravos (CCA) em Pinhais na regiao metropolitana de Curitiba. 03/02/2021. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Alep – O líder do Governo e presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado Hussein Bakri (PSD) anunciou que a Secretaria da Saúde está montando um planejamento para vacinar contra o coronavírus os professores e demais profissionais da educação no Paraná.

A imunização, que deve ser definida nesta semana pela pasta, irá ocorrer em paralelo ao grupo das comorbidades e das gestantes. “Essa medida é um passo determinante para o retorno das aulas presenciais na rede pública. O governador Ratinho Junior e os secretários Beto Preto (Saúde) e Renato Feder (Educação) têm o mesmo entendimento da Comissão de Educação de que é muito importante reabrir as escolas para os nossos alunos, mas com toda a segurança para eles e também para os professores e funcionários”, afirmou Hussein Bakri.

Na semana passada, Beto Preto esteve na Secretaria Nacional de Vigilância em Saúde, em Brasília, onde entregou um ofício solicitando a readequação do calendário nacional de imunização para antecipar a vacinação dos profissionais da educação. No entanto, mesmo que não haja um posicionamento do Ministério da Saúde, o Paraná estuda fazer o remanejamento de doses para os professores e funcionários de escolas.

O Paraná tem mais de 155 mil professores, nas redes pública e privada. 30% desses, têm mais de 60 anos e já estão aptos a serem vacinados de acordo com os grupos prioritários.

Notícia Anterior

Pai denuncia filho por furto em residência e PM recupera objetos

Próxima Notícia

ROTAM apreende pé de maconha no bairro Cango

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *