Recursos para ambulatório da Unioeste podem ficar para 2022

A viabilização dos recursos para a construção da estrutura física para o ambulatório da Unioeste, campus de Francisco Beltrão, foi tema de reunião do prefeito Cleber Fontana com o diretor do campus, Adilson da Rocha, e com a diretora do Centro de Ciências da Saúde da universidade, Franciele Caovila Follador. A principal preocupação é que verba possa ser liberada somente em 2022. O encontro aconteceu nesta quinta-feira (22), na prefeitura.


“O funcionamento deste ambulatório é de fundamental importância para a nossa comunidade e precisamos viabilizá-lo o mais breve possível”, relata o prefeito. Disse ainda que tem mantido contato com o deputado Ademar Traiano, presidente da Assembléia Legislativa, para que o mesmo viabilize a verba. “O deputado Traiano tem defendido este pleito na Assembléia e junto ao Governo do Estado e com o seu apoio acreditamos na liberação do dinheiro para a obra”, enfatiza o prefeito.


O ambulatório do curso de medicina possibilitará que a população tenha atendimento gratuito na área de saúde com os acadêmicos do curso de medicina, supervisionados por profissionais médicos. As estimativas iniciais sobre os investimentos apontam a necessidade de R$ 4,2 milhões mas, devido aos constantes aumentos dos materiais de construção, o valor necessário deve ser maior. “Esse projeto está sendo encampado não somente pelas lideranças e pela universidade, mas também pela nossa população”, finaliza o prefeito.

Beltrão Agora Via Assessoria

Notícia Anterior

Governo investe R$ 700 mil em vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela UFPR

Próxima Notícia

Boletim: Nas últimas 48 horas, Beltrão registra mais de 60 casos e duas mortes por Covid

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *