Elizeu Capoeira é derrotado por Muslim Salikhov em luta tensa no UFC 251

Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Na trave. Representante do esquadrão brasileiro no UFC 251, realizado neste sábado (11), em Abu Dhabi, Elizeu Capoeira foi derrotado por Muslim Salikhov em um dos confrontos mais movimentados do card preliminar. Em luta marcada pela trocação franca, o paranaense teve bons momentos, mas acabou perdendo na decisão dividida dos juízes.

Capoeira foi o quinto brasileiro a subir no octógono montado na ‘Ilha da Luta’. O atleta vinha de vitória sobre Alexey Kunchenko e tentava o segundo resultado positivo para seguir na sua trajetória para o topo da divisão dos meio-médios (até 77kg.).

O confronto foi disputado em pé durante quase 15 minutos e com troca de golpes perigosos. Ao fim, Salikhov foi declarado vencedor e chegou à marca de quatro triunfos consecutivos no UFC.

A luta

O brasileiro tomou a iniciativa no confronto com um chute baixo. Salikhov respondeu com um direto no rosto de Capoeira. Os atletas economizavam nos golpes e se estudavam no centro do octógono. Muslim assustou Elizeu com um chute baixo, que desequilibrou o paranaense. O duelo seguia equilibrado com os combatentes trocando socos e chutes. Nos segundos finais, Capoeira conectou um bom direto no russo, que sentiu e tentou derrubar o brasileiro. Elizeu seguiu pressionando, mas o cronômetro zerou.

No segundo round, Capoeira voltou a surpreender o russo com uma sequência de socos, mas Salikhov respondeu na mesma moeda. Na metade do assalto, Elizeu atingiu o oponente com um cruzado e Muslim agarrou o brasileiro parasse recuperar. O duelo era tenso e os meio-médios tentavam o nocaute a todo custo. Nos segundos finais, os atletas tentavam pontuar com jabs e chutes, mas não havia mais tempo.

O último round começou com o brasileiro apostando nos chutes baixos. Capoeira trocava de base para tentar confundir o oponente e induzir o rival ao erro. Muslim tentou surpreender o brasileiro com um chute rodado, mas o golpe parou na guarda de Elizeu. Salikhov e Capoeira permaneciam se atacando na curta distância e levavam perigo em suas investidas. Próximo do fim do confronto, o paranaense conectou uma boa combinação de socos e seguia se movimentando para tentar evitar o contragolpe. Os atletas se estudaram nos segundos finais até que o fim da luta foi anunciado.

Via Superlutas

Notícia Anterior

Equipes Rotam e P2 realizam busca e apreensão após denúncias de tráfico

Próxima Notícia

Acidente envolvendo quatro veículos deixa dois mortos dois feridos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *